PT ingressa na Justiça com representação criminal contra Bolsonaro


Foto: Fábio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil


A coligação “O povo feliz de novo” (PT/PCdoB/Pros) ingressou na Justiça com uma representação criminal, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contra Jair Bolsonaro (PSL) por ameaça, e também com notícia crime por injúria eleitoral e incitação ao crime. As informações são delula.com.br.

De acordo com vídeo que comprova a procedência das acusações, feito em um evento realizado no Acre, Bolsonaro fez um gesto de “fuzilamento” e chamou seu público a, em suas próprias palavras, “fuzilar a petralhada toda aqui do Acre”. Segundo a denúncia, sua campanha da raiva e truculência incita ao assassinato de cidadãos progressistas.



Para a coligação, o candidato do PSL cometeu o crime de injúria eleitoral  – quando ocorre a ofensa à honra subjetiva de alguém durante a propaganda eleitoral, ou visando a propaganda -, ameaça e incitação ao crime de homicídio.

Bolsonaro já é réu no STF pelos crimes de racismo e incitação ao estupro.

Acesse aqui a íntegra do documento

 

Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone


Publicidade