PT entra com mandado de segurança para que Lula participe de debate da Band


O Partido dos Trabalhadores (PT) entrou com um mandato de segurança no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), na manhã desta quarta-feira (8), pedindo que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva possa participar do primeiro debate entre candidatos à Presidência, promovido pela TV Bandeirantes na quinta (9). Preso desde abril deste ano, o petista foi confirmado o candidato oficial do partido no início do mês. A informação é do portal Uol.


No ofício, a sigla demanda a participação presencial do ex-presidente nos estúdios da emissora, na Zona Sul de São Paulo, ou por meio de videoconferência. Também sugeriram que ele envie vídeos “previamente gravados”.

Após a confirmação de Lula como candidato, em 4 de agosto, o PT passou a lutar pela presença em debates entre presidenciáveis. No entanto, nesta segunda (6), a juíza Bianca Georgia Cruz Arenhart, do TRF-4, negou o pedido. Ao tentar emplacar o vice na chapa, Fernando Haddad, como representante da sigla na sabatina, o PT teve a exigência vetada pela direção da Band e pediu que emissora deixe um púlpito vazio, no local, para representar a ausência do partido.


A defesa do petista afirma que há “restrições impostas” ao candidato, que “desconstroem a própria democracia brasileira e o direito da população brasileira de escolher livremente o próximo Presidente da República”. Condenado em segunda instância pelo caso do tríplex, fruto de investigações oriundas da Operação Lava Jato, Lula cumpre prisão em regime fechado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba.

Fonte: Yahoo.com

 

Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone


Publicidade