PF PRENDE GAROTINHO E ROSINHA NO RIO

Ajude a manter o site no ar

Banner Delegado Federal 728x90 facaumadoacao



Do Brasil 247 – Agentes da Policia Federal cumpriram mandados de prisão preventiva contra os ex-governadores do Rio de Janeiro Anthony Garotinho e Rosinha Garotinho, ambos do PR. Além deles, outras seis pessoas são acusadas de fazerem parte de uma organização criminosa que visava o financiamento de campanhas eleitorais, incluindo com o uso de extorsão. Os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Glaucenir de Oliveira, titular da 98ª Zona Eleitoral de Campos dos Goytacazes, no Norte Fluminense.


Os policiais federais também estão dando cumprimento a um mandado de prisão contra o ex-ministro dos Transportes Antônio Carlos Rodrigues, presidente nacional do PR. Rodrigues teria intermediado os repasses ilegais para a campanha de Garotinho ao governo fluminense em 2014.

A operação teve como um dos principais elementos a delação premiada do ex-diretor da JBS Ricardo Saud, que relatou ter repassado R$ 2,6 milhões à campanha de Garotinho em 2014 por meio de caixa 2.



Ainda segundo o depoimento de Saud, o repasse fazia parte de um total de R$ 20 milhões que a JBS teria reservado para comprar o apoio do PP e do PT e seriam a contrapartida pelo fato da empresa ter conseguido financiamentos do BNDES.

Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone

Garotinho e Rosinha são acusados pelos crimes de corrupção passiva, extorsão, lavagem de dinheiro e omissão de doações eleitorais na prestação de contas.

O Rio de Janeiro tem agora três ex-governadores – Garotinho, Rosinha e Sergio Cabral – presos, assim como o presidente da Alerj, Jorge Picciani, e seu antecessor, Paulo Melo.


Publicidade

JPG Genérico 468x60