Paraná Pesquisas: Lula lidera e Manuela supera Maia, Temer e Meirelles

Ajude a manter o site no ar

facaumadoacao


Levantamento feito pelo Instituto Paraná Pesquisas, em parceria com o Jornal do Brasil, aponta que o ex-presidente Lula – preso político desde o dia 7 de abril –, mantém a preferência dos brasileiros nas intenções de voto. A pré-candidata à Presidência pelo PCdoB, Manuela D’Ávila, também é citada no levantamento, furando o bloqueio midiático polarizado das pesquisas.

Foto: Rodrigo Positivo

 

O instituto apresentou dois cenários aos entrevistados: um em que Lula é candidato e outro sem o ex-presidente. Em um cenário que considera o ex-presidente como candidato do PT, Lula tem 27,6% das intenções de voto, enquanto o segundo colocado, o deputado Jair Bolsonaro, tem 19,5%.


Ainda num cenário com Lula, a percentagem de brasileiros que não votariam em nenhum dos pré-candidatos alcança 9,6%, seguido por Joaquim Barbosa (9,2%), Marina Silva (7,7%), Geraldo Alckmin (6,9%), Ciro Gomes (5,5%), Alvaro Dias (5,4%), todos candidatos que já tiveram seus nomes em outros pleitos nacionais ou figuraram em casos de ampla repercussão midiática.

Num ambiente de forte ataque midiático da direita e enfrentando a enxurrada de fakenews nas redes sociais contra a esquerda, principalmente contra os comunistas, a candidata comunista Manuela D’Ávila aparece na pesquisa com 1,2%.

Apesar da pouca exposição midiática em nível nacional, Manuela apresentou um desempenho superior a candidatos como Michel Temer, presidente ilegítimo, Henrique Meirelles, ex-ministro da Fazenda de Temer, Rodrigo Maia, atual presidente da Câmara dos Deputados. Todos não atingiram 1%.



Cenário sem Lula

No cenário apresentado sem o ex-presidente Lula como candidato, Manuela sobe para 2,1%. Nessa situação, a fragmentação das intenções de voto é maior. Bolsonaro aparece com 20,5%, seguido por 17,5% que pretendem votar em nenhum candidato; 12,0%, em Marina Silva; 11,0%, Joaquim Barbosa; 9,7%, Ciro Gomes; Geraldo Alckmin: 8,1%; Alvaro Dias: 5,9%; Não sabe: 4,7%; e Fernando Haddad: 2,7%.

Na separação por região, Lula teve desempenho maior no Nordeste, com 43,8% das intenções de voto, e Bolsonaro teve maior percentual no Sudeste, com 21,8%. Por idade, Lula teve maior resultado com o grupo entre 35 e 44 anos (30,2%); e Bolsonaro com pessoas entre 16 e 24 anos (27,7%).



O levantamento aponta também a disposição dos eleitores em votar em algum candidato ou candidata apoiada pelo ex-presidente, caso ele não tenha garantido o seu direito de participar do pleito. Entre entre os eleitores de Lula, 62% votariam no candidato apoiado por ele; 20,3%, dependendo do candidato; e 16,8% não votariam. Não sabem ou não opinaram, 0,9%.

O Instituto Paraná Pesquisas ouviu 2.002 eleitores em 26 estados e Distrito Federal e em 154 municípios brasileiros entre os dias 27 de abril a 2 de maio 2018 e possui um grau de confiança de 95%. A margem de erro é estimada em 2% para mais ou para menos.
Do Portal Vermelho

Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone


Publicidade