Em Fortaleza, 20 mil vão à beira mar exigir a saída de Temer

A orla da praia de Iracema, em Fortaleza (CE), foi totalmente tomada na tarde e começo da noite desta quarta-feira (7) por 20 mil manifestantes que exigiam a saída do presidente usurpador Michel Temer e eleições diretas para o povo escolher o próximo presidente. É o maior protesto já feito na cidade pela saída de Temer.

14247748_10157408688975273_1120825201_o

O ato foi horizontal e contou com a participação de diversas organizações: PT, PCdoB, PCB, MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto), MST (Movimento Sem Terra), União da Juventude Socialista (UJS), entre outras entidades de esquerda.

Houve também uma grande participação de pessoas que não fazem parte de organização alguma, porém não aceitam ogolpe e querem a democracia de volta. Outros protestos aconteceram em diversas cidades do país. Clique aqui para ver como foi.

14285668_10157408673900273_988988983_o

O grande ato começou no aterro da Praia de Iracema. Às 17h, seguiu em caminhada pelos bairros de Meirelles e Aldeota, de classe média alta da capital cearense. A avenida Monsenhor Tabosa foi completamente ocupada por gritos de “Fora, Temer”, “Diretas, já” e “O povo é que tem que decidir”.

José Guimarães e Marcelo Uchôa, co-organizador do livro "O Ceará e a resistência ao golpe de 2016"

José Guimarães e Marcelo Uchôa, co-organizador do livro “O Ceará e a resistência ao golpe de 2016”

Para o deputado federal José Guimarães (PT-CE), que estava no ato, a resistência contra Temer deve se intensificar daqui para a frente.

“Tudo isso que está acontecendo em Fortaleza e por todo o Brasil é só o início de uma resistência nacional. Este governo golpista não vai para a frente”, afirmou.

14285292_10157408685320273_165099016_o

Ao fim da manifestação, o povo conclamou em uníssono: “A próxima vai ser maior”. Um novo ato está marcado para acontecer na capital do Ceará no próximo domingo (11).

Tocador de vídeo

00:00
00:00

Por Bruno Hoffmann, de Fortaleza, para a Agência PT de Notícias

Publicidade