Depois do Banco Central liberar, carimbos “Lula Livre” são vendidos no Mercado Livre

Ricardo Stuckert/Instituto Lula



Carimbos com o rosto do ex-presidente Lula e a frase “Lula Livre” são vendidos no Mercado Livre. Os preços variam de R$ 15 a R$ 30, em modelos de madeira ou automático, e tem até um pacote com 10 carimbos.

Desde que Lula foi preso, em 7 de abril, apoiadores do ex-presidente têm carimbado ou mesmo escrito em cédulas de dinheiro a mensagem “Lula livre”, como uma forma de militância e resistência. Os opositores ao ex-presidente, por sua vez, rapidamente se mobilizaram e começaram a disseminar nas redes sociais e em grupos de Whatsapp a informação de que o Banco Central teria proibido a rede bancária de aceitar as notas carimbadas ou escritas.



Nesta quarta-feira (2), no entanto, o próprio Banco Central divulgou uma nota em que desmente a informação: rabiscar ou carimbar cédulas, apesar de não recomendado, de acordo com o órgão, não as invalida. Os bancos, portanto, podem e devem receber ou trocar cédulas com o carimbo de ‘Lula livre’ que porventura receberem.

Fonte: Revista Fórum

Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone



Publicidade