2º turno deveria ser entre mim e Ciro, diz Fernando Haddad



Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência do Brasil, voltou a falar sobre a denúncia que empresários estão financiando uma campanha de difamação ao PT por meio de mensagens no WhatsApp.

Em sua conta no Twitter, o petista declarou que a disputa no próximo dia 28 deveria ser outra. “Eu acho que o 2o turno deveria se dar entre mim e o Ciro. Isso seria o correto e o que a legislação prevê, porque ele tentou fraudar a eleição. Felizmente não acabou no primeiro turno, senão teria ido tudo pra debaixo do tapete”, escreveu.


Haddad afirmou que basta prender apenas um empresário envolvido no suposto esquema para que tudo venha à tona. “Basta prender um empresário que ele vai fazer delação premiada e entregar a quadrilha toda. Se prender um, em menos de dez dias vamos ter a lista de todos os empresários que estão financiando o caixa 2 pra essa campanha difamatória”, declarou.



“O deputado Jair Bolsonaro participou de um jantar em que pediu recursos para o WhatsApp. Todo mundo sabe disso e foi publicado na imprensa inclusive, pela revista Piauí”, completou.

O candidato do PT ainda aproveitou para reiterar o risco que Bolsonaro representa caso chegue ao poder. “A democracia está em risco. O deputado Jair Bolsonaro está sendo condenado diariamente pela Justiça Eleitoral a retirar as difamações que faz contra mim. E agora sabemos que ele está produzindo e distribuindo isso com dinheiro sujo”, analisou.

Fonte: Band.com



Baixe o aplicativo da Central da Esquerda e tenha todas as notícias da esquerda em seu Smartphone

Publicidade