‘Ofensiva golpista representa ameaça à democracia e às conquistas sociais’

Presente na cerimônia de lançamento da terceira fase do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV), nesta quarta-feira (30), o governador do Piauí, Wellington Dias, defendeu a continuidade do governo da presidenta Dilma Rousseff, que passa por um processo de impeachment, para que os programas sociais evoluam e continuem melhorando a vida dos brasileiros.

Governador Wellington Dias (esq.), Dinar Isaac (centro) e Guilherme Boulos (dir.) demonstraram apoio à presidenta Dilma Rousseff e condenaram o processo de impeachment em curso no Congresso. Foto: Blog do Planalto

Governador Wellington Dias (esq.), Dinar Isaac (centro) e Guilherme Boulos (dir.) demonstraram apoio à presidenta Dilma Rousseff e condenaram o processo de impeachment em curso no Congresso. Foto: Blog do Planalto

“No Piauí, tivemos 180 mil famílias que passaram a ter casas. Nós podíamos ver a felicidade das pessoas que pararam de pagar aluguel e conquistaram a casa própria”.

Segundo o líder do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, “hoje a ofensiva golpista do impeachment representa uma ameaça à democracia e às conquistas sociais”.

A prefeita de Capinópolis (MG), Dinair Issac, falou do prejuízo que o município teria com o impedimento do governo Dilma. “Nosso município conseguiu inúmeras unidades habitacionais do Minha Casa Minha Vida. Hoje, temos inúmeros projetos em andamento com o governo. Se houver um rompimento, seria muito ruim para o município”.

Via Planalto