Impeachment faz parte de uma farsa política montada por Eduardo Cunha e apoiada pelos derrotados em 2014, afirma Zé Geraldo

O deputado Zé Geraldo (PT-PA) reafirmou na comissão que analisa o impedimento da presidenta Dilma que o relatório favorável ao impeachment é “tendencioso e imoral e já nasceu sujo”. De acordo com o parlamentar, o relatório do deputado Jovair Arantes (PTB-GO) é frágil e faz parte de uma farsa política montada pelo presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para tentar afastar a presidenta Dilma, eleita democraticamente pelo voto popular de 54 milhões de brasileiros.

“Esse relatório tem a cara do Eduardo Cunha. E quem é o Eduardo Cunha? É o político que em toda a história desse país já recebeu a maior propina individual de uma vez só e que ultrapassa os 16 milhões de reais. O presidente da Câmara decidiu abrir este processo do impeachment porque nós não compactuamos com ele e não votamos para beneficia-lo no processo do Conselho de Ética. Por vingança, estamos aqui. Que vergonha é esta comissão pautada por Eduardo Cunha, que virou presidente da Câmara com dinheiro financiado pelas operações descobertas na Lava-Jato”, lamentou.

Para Zé Geraldo, os defensores do impeachment são aqueles que perderam as eleições de 2014 e que não aceitam isso e nem o fato de que em 12 anos, os governos do PT fizeram mais do que os governos anteriores. “Nossa vida nunca foi fácil. Não foi fácil para o Lula chegar à presidência da República. E qual era a ofensiva contra nós. Tentaram criar um clima de medo de que se o Lula ganhasse iria trocar a Bandeira do Brasil, que os empresários iriam embora, que as pessoas teriam que dar suas casas. Todas essas barbaridades foram ditas na tentativa de impedir que o presidente Lula chegasse à presidência. Mas, o PT ganhou e venceu o medo e nunca na história desse país em doze anos se fez o que fizemos. O projeto iniciado pelo presidente Lula e que teve continuidade com a presidenta

Dilma contou com o apoio de outros partidos, porque não ganhamos as eleições sozinhos e não governamos sozinho nestes doze anos”, enfatizou.
“Lula e Dilma implementaram vários programas que trouxeram dignidade a milhões de brasileiros. Entre eles, o Minha Casa, Minha vida; Luz para todos, Mais Médico, as creches, as quadras de esportes chegaram em todas as prefeituras do Brasil, independentemente do partido político. Sim, as máquinas do governo federal chegaram às prefeituras para construir casas e fazer obras sem olhar partido, apenas para beneficiar os brasileiros”, disse o petista.

Vamos continuar defendendo o governo Dilma, acrescentou o deputado Zé Geraldo, “porque não há pedalada fiscal e a tentativa de impeachment sem crime de responsabilidade é golpe, sim. É golpe contra a democracia e contra o povo brasileiro. Não vai ter golpe!”, reiterou o parlamentar do PT.

Gizele Benitz

Foto: Luiz Macedo

Via PT NA CÂMARA

Publicidade