Conheça alguns livros de esquerda

Ajude a manter o site no ar

Banner Delegado Federal 728x90 facaumadoacao

A Vida Quer é Coragem: a Trajetória de Dilma Rousseff, a Primeira Presidenta do Brasil

Livro – A Vida Quer é Coragem: a Trajetória de Dilma Rousseff, a Primeira Presidenta do Brasil A trajetória pessoal da presidenta Dilma Rousseff e a história do Brasil moderno se entrelaçam numa grande reportagem. Do suicídio de Getúlio Vargas, quando era criança, ao golpe de 1964, quando se aproxima das organizações de esquerda. Da clandestinidade, prisão e tortura na ditadura militar, à luta pela anistia e pela redemocratização. O encontro de Dilma com Leonel Brizola, na fundação do PDT, e sua aproximação com Lula, durante o apagão e na campanha eleitoral de 2002. A chefia da Casa Civil, que assume em plena crise do mensalão, os bastidores da reeleição, a luta contra o câncer e a vitória nas eleições de 2010: uma história de resistência, esperança e coragem.

De Lula A Lula

Com uma seleção de artigos escritos entre 2003 e 2010, o livro convida o leitor a repensar analiticamente os dois governos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Reativa o debate sobre os traços permanentes da tradição política brasileira e republicana, à luz da ascensão de Lula ao poder em 2003. De retirante nordestino a Presidente da República, após amargar três derrotas (para Fernando Collor em 1989 e Fernando Henrique Cardoso 1994 e 1998). Temas ligados a sua biografia remetem à identidade do Brasil e dos brasileiros: pobreza, migração, mobilidade social, potencial de invenção pela narrativa, e a força do patrimonialismo. São textos que analisam o governo e o País a partir desta personagem, suas características, sua relação com as esquerdas, com a oposição, com a classe média, com a imprensa, com a realidade política e, sobretudo, com o eleitor. O livro traz ainda artigos que relatam o conturbado momento político e a crise ética que abalou o governo Lula após as primeiras denúncias do ?mensalão?, em maio de 2005 e seus reflexos nas eleições de 2006, ao colocar em cheque as expectativas geradas pela estreia da esquerda no poder. Ao final da obra, Wilson Figueiredo faz uma análise sobre o protagonismo de Lula na condução das eleições presidenciais de 2010, até o momento em que Dilma Rousseff, chefe da Casa Civil do então governo, se torna a primeira presidente mulher do Brasil.

Fidel e Che: uma Amizade Revolucionaria

Fidel e Che: uma Amizade Revolucionaria – Simon Reid-Henry Che, o introspectivo. Fidel, o expansivo. Che, o internacionalista. Fidel, o líder cubano. Che, o jovem idealista de cabelos longos que se sacrifica pelos oprimidos. Fidel, o caudilho de barbas grisalhas que após 50 anos ainda controla a ilha de Cuba pelas mãos do irmão Raúl. A revolução cubana, que surpreendeu um mundo bipolar ao instaurar o socialismo no hemisfério ocidental, teve dois grandes líderes unidos pela ideologia e pela amizade e separados por suas escolhas. Enquanto Ernesto Che Guevara abdicava do poder estabelecido para aventurar-se na África e na América do Sul, Fidel Castro administrava um regime centralizado em seu país natal. Sobre essas duas figuras fundamentais da história recente é que se debruça o autor Simon Reid-Henry em Fidel & Che – Uma amizade revolucionária, com pesquisas feitas em Havana, Washington, Moscou, Miami, Princenton, Boston e Berlim – além de entrevistas com testemunhas da época.

Mujica: a Revolução Tranquila

Mujica: a Revolução Tranquila – Mauricio Rabuffetti Mujica – A revolução tranquila é um retrato moderno e humano do presidente uruguaio, que parte de sua fama mundial para explorar a extraordinária vida de um personagem que gera polêmica em seu país ao mesmo tempo em que é aclamado pelo mundo. O livro de Mauricio Rabuffetti é um retrato profundo, dinâmico e revelador sobre um líder político que tem marcado o seu tempo histórico e tornou-se uma figura analisada em âmbito mundial. As chaves para a sua popularidade, as razões para algumas de suas decisões mais comentadas e explicações para seus fracassos aparecem em uma narrativa vertiginosa que descreve em detalhes esse líder intransigente que cultua um estilo de vida simples. O livro aborda questões, tais como: Como esse líder foi forjado? Por que esse homem desperta tantas paixões? O que o fez encarar a morte e trilhar um caminho de espinhos e armas em direção à paz? Como a lei de liberação da maconha foi concebida? Qual foi seu real envolvimento no processo de paz na Colômbia e no relaxamento do embargo sobre Cuba? E, mais importante: Qual será o legado do presidente mais popular do planeta?

A História de Lula: O Filho do Brasil

A História de Lula: O Filho do Brasil O relato emocionante da origem do torneiro-mecânico que se elegeu presidente da república, e de como seu amor pela mãe fez com que ele transformasse o impossível em realidade. Pouco depois da cerimônia do seu primeiro casamento, na hora de partir para a lua-de-mel, Luiz Inácio, caçula de D. Lindu, agarrou a mãe e desatou a chorar. Ia morrer de saudades. Ele se recompôs e viajou com sua esposa, mas voltou antes do planejado, de tanta falta que sentia de D. Lindu. O episódio, relatado neste livro por Denise Paraná, dá a dimensão da ligação entre Lula, na época dando seus primeiros passos no sindicalismo, e sua mãe. Não é de se espantar, portanto, que a figura de D. Lindu – uma mulher cuja meta de vida era criar os oito filhos de maneira digna – tenha norteado a existência do homem que é hoje um dos políticos mais influentes do mundo. Foi graças ao exemplo dela que Lula conseguiu superar as inúmeras tragédias e desafios que surgiram no seu caminho. A História de Lula, o Filho do Brasil revela a importância da mãe para a formação do líder e mostra como um menino tímido se transformou, nos anos 70, no principal sindicalista brasileiro. O livro narra ainda alguns dos episódios mais dramáticos da vida de Lula, como os maus tratos sofridos na mão do pai alcoólatra, o acidente que lhe custou um dedo e a morte de sua primeira esposa e do filho que ela estava esperando.

O Menino Lula

O Menino Lula O presidente Luiz Inácio Lula da Silva alinha as suas lembranças, as mesmas de milhões de outros brasileiros que percorreram o caminho dos migrantes. A história que se conta neste livro é a de um homem que atravessou o tempo da infância sem alegria. Mas é, ao mesmo tempo, uma bela e magnífica história de superação. Ao contá-la, ele não escolhe as palavras, não omite fatos. Aqui e ali, uma lembrança, a evocação de uma situação constrangedora, quase sempre sublinhada por um palavrão. É o Lula, não o Presidente da República.
 
Fidel e A Religiao

Jovem Fidel Castro, O

Eu fui a espia que amou o comandante dos campos nazistas a fidel castro, da cia ao assassinato de kennedy

Manifesto do Partido Comunista

Brizola

Minha Vida com Meu Pai, Leonel Brizola

O Capital

Publicidade

JPG Genérico 468x60